Tours Berlin logo

Berlim (7 horas)

Tour completo por toda la ciudad que incluye bus privado, chofer, guía en español y 7 horas guiadas por los monumentos más memorables de Berlim.

 

Palácio de Charlottenburg

o maior e mais antigo palácio de Berlim, cuja construção se iniciou em 1695 a mando do Duque Frederico da Prússia, com residência de campo da sua segunda esposa, a princesa Sophie Charlotte. Em 1701, com a fundação do Reino da Prússia, Frederico autocoroa-se Frederico I da Prússia e a sua esposa passa a ser a primeira Rainha da Prússia. A residência de campo deixa de lhe agradar e a rainha ordena o seu engrandecimento através do acrescento de três alas em estilo de Versalhes, tal como se vê hoje em dia, de forma a poder acolher filósofos, artistas, cientistas e músicos. Estes eram os temas preferidos da Rainha Sophie Charlotte, uma mulher dotada de graça, inteligência, cultura e talento artístico.

Kurfürstendamm

a avenida mais antiga de Berlim, cujo nome se traduz por Avenida dos Príncipes Eleitores. Originalmente, as residências em cada uma das esquinas estavam coroadas com belas cúpulas de cobre, que foram reduzidas a escombros durante os bombardeios da 2ª Guerra Mundial. Algumas delas foram reconstruídas em estilo original, com cúpula, como se pode ver hoje em dia. Esta é atualmente a Avenida mais importante e com mais comércio de Berlim Ocidental, estando aqui instaladas as lojas de elite mais caras da Europa.

Igreja Comemorativa do Kaiser Guilherme

uma igreja neorromânica mandada construir pelo último Kaiser Guilherme II, para honrar o seu avô, o último rei da Prússia, Guilherme I, o qual fundou a Nação Alemã em 1871 e que se autocoroou primeiro Imperador Alemão Guilherme I da Alemanha. Este é o único edifício em Berlim que ficou por reconstruir, tendo-se transformando num monumento contra as guerras e mostrando aos visitantes uma imagem fantasmagórica da cidade de Berlim no final da 2ª Guerra Mundial. Entraremos na igreja para ver fotos originais e apreciar a rica ornamentação com mosaicos, que narram as façanhas do Rei Guilherme I.

Monumento ao Transporte dos Judeus para os Campos de Extermínio

um desconcertante monumento em memória dos judeus transportados para os Campos de Extermínio, construído no local da antiga Sinagoga, a maior de Berlim, que foi reduzida a cinzas na Noites dos Cristais, levada a cabelo pelos Nazis. Aqui é possível também apreciar um quadro gigante com a lista de todos os comboios que partiram carregados de judeus para os Campos de Extermínio.

Coluna da Vitória

um belíssimo monumento coroado pela Deusa da Vitória, construído depois do triunfo na guerra franco-prussiana de 1871 e da proclamação da Nação Alemã, que deu início ao 2º Reich Alemão.

Grande Parque Tiergarten e Bairro das Embaixadas

o terceiro maior parque urbano do mundo, conhecido como o pulmão de Berlim. Aqui, iremos percorrer parte do Grande Parque, passando pelo Bairro Diplomático, podendo desta forma apreciar muitas das representações diplomáticas mundiais.

Monumento da Resistência Valquíria

Quartel de Reserva do Exército Alemão, onde foram levados a cabo os planos de conspiração contra Hitler de 20 de julho de 1944. Visitaremos o pátio onde foi executado o coronel do exército, Stauffenberg, depois de o seu atentado contra Hitler ter fracassado. Nesse mesmo local foi filmado o filme «Operação Valquíria» de Tom Cruise.

Palácio de Bellevue

um belíssimo palácio mandado construir por Frederico, o Grande em 1750 para o seu irmão mais novo, o príncipe Frederico Augusto Fernando da Prússia, para servir de residência de verão. Este colocou-lhe o nome de Bellevue, em francês «Bela Vista», devido à bonita vista que apresenta do Parque dos Animais. Este monumento é hoje a residência do Presidente da Alemanha.

O Carrilhão

símbolo da paz, é o maior campanário da Europa. Trata-se de uma impressionante torre em mármore negro com 68 sinos de vários tamanhos, onde o carrilhoneiro americano Jeffrey Bossin, aos domingos e feriados, às 15:00, oferece um concerto, dando pontapés e murros numa mesa de madeira que aciona os sinos.

Estação Central de Comboios de Berlim

o maior terminal ferroviário da União Europeia e aquele com a construção mais cara do mundo.

Chancelaria Alemã

uma das maiores sedes de governo do mundo, presidida pela chanceler Angela Merkel.

Reichstag – Parlamento Alemã

um edifício histórico desde a fundação do Segundo Reich do Império Alemão e um monumento que nos remete para as histórias do passado, incluindo a glória prussiana, a 1ª Guerra Mundial, a desastrosa república de Weimar, a ascensão de Hitler ao poder, a 2ª Guerra Mundial, o Holocausto, entre outras.

Monumento Sovietico

mandado construir por Estaline para prestar homenagem aos milhares de soldados soviéticos que caíram na tomada de Berlim no final da guerra.

A Porta de Brandenburgo

este monumento está ligado a muitos acontecimentos da história, feitos desastrosos e gloriosos, assim como à conquista de Berlim por Napoleão, à Guerra da Libertação contra o império francês, à Conquista de Paris, à 1ª Guerra Mundial, à Lenda da Punhalada nas Costas, lenda esta que alimentou e fortaleceu a rápida ascensão do antissemitismo e nacional-socialismo ao poder, à marcha dos nazis com tochas celebrando a vitória de Hitler, etc.

Praça de Paris

da Porta de Brandemburgo

Academia das Artes

o local de trabalho do arquiteto nazi Albert Speer, que aí tinha as maquetes do seu projeto megalómano de converter Berlim na capital do mundo a partir de 1950.

Monumento do Holocausto

em memória dos mais de 6 milhões de judeus assassinados sob o regime NAZI. Aqui iremos passear por entre as ruelas labirínticas, para podermos sentir as intenções artísticas do seu arquiteto construtor.

Bunker de Hitler

no bairro governamental nacional-socialista. Aqui, muitos líderes nazis optaram pela via mais cobarde – o suicídio – para não cair nas mãos dos seus captores.

Sony Center

na Praça de Potsdam, e aqui iremos visitar a espetacular cúpula do engenhoso arquiteto alemão Helmut Jahn, do Salão do Kaiser original do lendário Hotel Esplanade, embutido neste complexo de cristal. Foi neste local que os conspiradores esperaram pelos resultados do atentado contra Hitler de 20 de Julho de 1944.

Primer Semaforo da Europa instalado em pleno coração de Berlim.

Quartel da Gestapo

e o centro de documentação Topografia do Terror, este centro recém-inaugurado permite-nos ficar a entender como um bando de fanfarrões de rua se converteu numa força policial política profissional, que viria a cometer as maiores atrocidades da história da humanidade.

Ministéria da Aviação

de Hermann Göhring, único edifício de arquitetura original nazi que não foi destruído nos bombardeamentos, graças à sua superproteção aérea

Muro de Berlim original

Checkpoint Charlie

a passagem fronteiriça entre a zona soviética e americana e um local onde inevitavelmente se tratarão de temas como a Divisão de Berlim, a Guerra Fria, o porquê da construção do Muro e o porquê da sua queda.

Gendarmenmarkt

ladeada pelas catedrais gémeas, que nos irá remeter para a história do começo do auge prussiano, a perseguição dos calvinistas franceses, etc.

Bebelplatz

rodeada de edifícios monumentais de Frederico II, o Grande. Esta foi a praça escolhida pelos nazis para levar a cabo o extermínio da cultura alemã, uma vez que aqui se deu a queima de livros de maio de 1933.

Unter den Linden

a avenida sob as tílias, a mais antiga de Berlim.

Universidade Humboldt

a primeira Universidade de Berlim, instalada num antigo palácio.

A Nova Guarda

onde é possível apreciar a desconcertante escultura «Mãe com Filho Morto», de Käthe Kollwitz, uma artista berlinense.

Museu de Hisória Nacional

o antigo Depósito de Armas Real, onde se levou a cabo outro atentado contra Hitler.

Ilha dos Museus

um refúgio artístico para as Artes e as Ciências.

A Fonte de Granito

a maior fonte de granito feita a partir de uma só pedra.

Berliner Dom

a maior e mais antiga catedral protestante da Alemanha.

Bairro Judeu:

Conselho judaico, entidade judia questionada durante o Holocausto.

Primeiro cemitério hebreu de Berlim, profanado e apagado do mapa pelos nazistas.

Asilo de anciãos utilizado pelos nazistas como centro de deportação durante o Holocausto

Casa desaparecida, apagada pelas bombas da Segunda Guerra Mundial.

A Nova Sinagoga e a Noite dos Cristais de 1938

Museu Otto Weidt e oficinas que serviram como esconderijo de judeus durante o Holocausto.

Museu “Heróis Anônimos” e a “Lista de Schindler”.

Antigo Cabaré de Berlim

Pátios e galerias de arte, locais idílicos carregados de uma vasta história e muito mais